Francisation en ligne

28 03 2009

Uma vez com o CSQ na mão, você já pode se matricular no curso de francisação online (francisation en ligne), oferecido gratuitamente pelo governo, para começar a se integrar na sociedade quebécoise. Você fará um teste de nivelamento para saber em qual nível se encaixa e, uma vez matriculado no curso, tem-se acesso ao conteúdo. A plataforma utilizada é bem completa, há muitas ferramentas para estudos e os módulos todos são voltados para os imigrantes (informações sobre as cidades, estudos, lazer, moradia e etc). Há aulas online com um tutor e o curso é bastante interativo.

Comecei as minhas aulas esta semana. Eu e o Marido ficamos em classes separadas, apesar de termos sidos classificados para o mesmo nível. Estabeleci uma meta de fazer uma lição por dia e é até uma forma de me obrigar a estudar. Acredite, na correria e na afobação, você se esquece de que precisa continuar aprendendo a língua para se virar lá fora.

Hoje foi minha primeira classe virtual e eu posso classificar a minha apresentação como vergonhosa hahahaha Fiquei nervosa por não saber mexer na ferramenta e também por ser o primeiro contato com um nativo quebécois. Travei geral! kkkk
Mas enfim, é algo que tem que se acostumar, não tem jeito. A minha tutora é bem legal e simpática e fala devagar para que possamos entendê-la de forma clara.

Dê valor e faça sua inscrição assim que receber o seu CSQ. Você só tem a ganhar.

Para acessar o site da francisação, clique aqui.

Abraços,
R.





Escolhendo a caixa de transporte para seu cão ou gato

24 03 2009

As informações a seguir precisam ser rigorosamente seguidas para os voos (respeitando a reforma ortográfica) internacionais onde os animais serão despachados. A caixa ou kennel precisa ter medidas suficientes para que o cão ou gato consiga ficar de pé e dar uma volta de 360º dentro. O animal precisa ficar confortável, resumindo. Lembre-se de que ele ficará várias horas lá dentro.

A Cia. Aérea não aceita caixas com rodas e arredondadas. A caixa deverá ser quadrada, ter aberturas nas laterais e na parte de trás. Deverão ser fixados na grade um bebedouro e um comedouro e um pouco da ração deverá acompanhar o embarque, que será enviada em cima da caixa em um saco plástico. 

Para mais informações sobre o que é necessário para o transporte, consulte sempre os sites das companhias aéreas.

Para medir seu animalzinho, siga o esquema abaixo (já aviso de antemão que não é fácil tirar essas medidas, porque eles simplesmente não param quietos rs rs rs):

Medindo seu animal de estimação

Medindo seu animal de estimação

Onde:

A = Comprimento do animal, desde o focinho até a base do rabo.

B = Altura das pernas.

A + ½B = extensão da embalagem.

C = Largura das costas do animal.

C x 2 = Largura da embalagem.

D = Altura do animal em pé, do topo da cabeça ou da extremidade da orelha, o que for mais alto.

(Fonte de onde as dicas para medição foram retiradas: Cãominhando)





Exames médicos

24 03 2009

Nossa consulta oficial foi hoje. Estava marcada há dias para o dia 19, mas foi cancelada de última hora. Como queríamos fazer logo os exames, pegamos os formulários com a secretária do médico e as solicitações com o próprio em outro hospital e na sexta-feira fizemos os exames de sangue, urina e raio-x do tórax nas respectivas clínicas.

Estresses com a desmarcação à parte, foi tudo tranquilo. O raio-x ficou pronto pouco tempo depois, pegamos na própria sexta à tarde. Os outros resultados foram pegos pela internet (sangue e urina) no domingo.

Hoje pela tarde fomos lá passar umas horas na fila de espera do consultório e, pagos as consultas e o envio do sedex, os exames seguem amanhã para Trinidad Tobago.

Mais um período de espera se inicia. Acredito que seja curto, observando o timeline dos nossos amigos.

E seja o que Deus quiser.

Abraços,
R.





Dica de dicionário técnico de informática

20 03 2009

dic Há algum tempo eu encontrei esse dicionário na Amazon francesa. Confesso que não procurei muito nos sites de livros do Canadá para ver se ele existia por lá. Achei interessante e pedi para uma amiga que mora na Europa comprar para mim.

O livro chegou há mais de um mês e confesso que não imaginava que ele fosse tão bacana! Apesar da capa ter uma qualidade ruim, o dicionário é legal, valeu o investimento.

Porque comprar um dicionário desses? Ora, porque nós adoramos dicionário e eu acho super prático ter um por perto.

Fica aí a dica 🙂

Clique aqui para ver o livro na Amazon francesa.





Outro terrível mês para o emprego no Canadá

13 03 2009

Esse é o título da matéria de hoje do jornal Cyberpresse.ca. O título chama atenção, pois estamos quase na reta final do processo, vamos imigrar ainda esse ano e a crise por enquanto só piora. Esperamos dias melhores para a economia, assim poderemos sair do Brasil mais tranquilos.

Traduzi apenas uma parte da reportagem:

Fonte: Cyberpresse.ca

Fevereiro foi um mês difícil para a economia canadense. Como prova: cerca de 83 000 empregos foram perdidos, segundo o ‘Statistics Canada’.

É a quarta queda consecutiva. Acima de tudo, agora é rotina dizer que os valores reais são piores que o previsto: analistas consultados pela Bloomberg projetavam uma perda de 50 000 postos de trabalho. Assim, a taxa de desemprego subiu meio ponto percentual chegando a 7,7%.

A diminuição de 83.000 postos de trabalhos no último mês fez subir para 295.000 o número de empregos suprimidos desde outubro do ano passado. Isto representa a eliminação de 1,7% dos postos de trabalho que existiam na época.

Os ‘Ontariens’ são os mais afetados pela recessão em fevereiro com 35 000 trabalhadores que perderam o seu sustento. As outras duas províncias mais afetadas são Alberta (24 000 empregos perdidos) e Quebec (18 000). Este último a taxa de desemprego subiu 0,2 pontos percentuais, chegando a 7,9%.

Um abraço,

L. S.





Ser voluntário para encontrar um emprego no Canadá

9 03 2009

Pessoal,

Li na quinta-feira uma reportagem muito interessante no jornal Métro (Montreal, página 14) sobre as oportunidades de conseguir um emprego prestando serviços voluntários. É uma idéia bacana, você ganha experiência, ajuda o próximo e ainda aumenta sua rede de contatos. Traduzi uma parte do texto, segue abaixo:

Fonte: Métro

De acordo com Anna BychKova, nada como ser voluntário para obter valiosas competências profissionais.

Após ter deixado a Rússia para se estabelecer em Toronto, há dois anos e meio, a jovem de 27 anos ingressou no grupo ‘Volunteer Toronto’, a fim de aprender inglês. Um ano mais tarde ela passou a fazer parte do quadro de pessoal.

“O voluntariado me ajudou a construir minhas redes de relacionamentos, a adquirir novas competências e a aprender inglês”, conta ela.

Para os novos imigrantes e para as pessoas que estão à procura de emprego, o trabalho voluntário e o trabalho comunitário pode ser um excelente meio para tentar algo novo em um ambiente de baixo risco.

“A atmosfera é relaxante e agradável, diz Anna Bychkova. Ninguém tem medo de fazer perguntas.”

Recentemente, ela foi promovida, passando da recepção para os serviços às empresas e membros.

Deborah Gardner, diretora do ‘Volunteer Toronto’ afirma que dar uma mão pode permitir o acesso ao emprego de muitas maneiras.

“Não necessariamente um emprego no local onde se faz trabalho voluntário, mas a pessoa sentada ao seu lado ou aquele com quem trabalha pode ter uma excelente rede de contato e um local de trabalho” ela explica.

…Uma pesquisa realizada pela ‘Statistique Canadá’ releva que aproximadamente 12 milhões de canadenses, 45% da população com 15 anos e mais, fizeram trabalhos voluntários durante o período de um ano.

Fica aí a dica. Desculpe qualquer erro na tradução.

Um abraço,

L. S





Levando gatos para o Canadá – Parte 1

6 03 2009

Para a alegria geral dos donos de animais de estimação, a entrada é permitida no Canadá e não há tempo de quarentena para os bichinhos. Porém há algumas regrinhas a serem respeitadas rigorosamente. No casos dos gatos, o site oficial da Agência de Inspeção de Alimentos do Canadá diz o seguinte (não entendi porque as informações dos animais domésticos estão no site de alimentos, mas tudo bem):

Para gatos acima de 3 meses, é necessário o certificado original de vacina antirrábica válida e assinado por um veterinário. Gatos mais novos não precisam dessa vacina. Se o gato não for vacinado, terá que tomar a vacina lá e uma taxa será paga, pelo o que eu entendi. O certificado deve identificar as características do animal, contendo a raça, pelagem, core etc e deve conter o nome comercial da vacina aplicada, número de série e validade (máximo de 3 anos).

Vale lembrar que essas são informações do governo. As companhias aéreas possuem mais algumas exigências que colocarei aqui num próximo post.

Abraços,
R.