Triste realidade aqui também

28 06 2012

A matéria de capa do Journal de Québec hoje é sobre o triste fim que podem ter os animais de estimação que são abandonados na Sociedade Protetora dos Animais – SPA. Segundo a reportagem, a cada ano, cerca de 11.000 animais são deixados na instituição, alguns são adotados e os outros podem ser eutanasiados caso a capacidade máxima da Socidade Protetora seja ultrapassado.

Ainda segundo a matéria, 50% dos animais são abandonados durante o verão, período que as pessoas aproveitam para se mudar.  O diretor da Sociedade Protetora lembra ainda que o 1º de julho (conhecido como o dia da mudança aqui em Québec) ainda não chegou e já alcançou 70% da capacidade máxima.

Pelo que eu vejo, a maioria das pessoas aqui escolhem primeiro o imóvel que vão morar e não se preocupam se o proprietário do imóvel aceita animais ou não. Se não aceitar, não tem problema, eles abandonam na Sociedade Protetora dos Animais ou levam para eutanisiar em alguma clínica, coisa que eu já vi acontecer.

Nós temos duas gatas, que vieram do Brasil com a gente, e eu jamais moraria em um local em que elas não pudessem morar. Elas já são membros da família e abandoná-las seria um ato de crueldade, como abandonar um filho. É uma pena que nem todo mundo pense desse jeito.

Se alguém tiver interesse em adorar um animalzinho de estimação aqui em Québec, entre em contato com Société Protectrice des Animaux de Québec – SPA.

Um abraço e até a próxima!

Lucas

Anúncios




O sonhado verão

22 06 2012

O verão começou oficialmente hoje, mas o calor já reina absoluto por aqui há vários dias. Com o sol se pondo depois das 9 da noite e a temperatura mais que agradável, voltar pra casa depois do trabalho é uma tarefa difícil.

Depois de tantos meses com neve e frio, aproveitar o verão é quase uma obrigação. Todos os dias (quando não está chovendo), depois do trabalho, vamos curtir o clima e pegar um bronze em algum parque ou se refrescar na piscina do nosso prédio.

Durante  esse tempo quente, uns dos lugares que eu mais gosto de ir é o Village Vacance Valcartier. É um parque aquático muito bacana que fica a 30 minutos do centro de Québec. Esse ano compramos o ticket que vale para todo o verão. Diversão garantida para os finais de semana e feriados! 🙂

Como conheço pessoas que moram aqui há dois anos e ainda não conheciam o parque, fica a dica para todos!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Falando em calor, essa semana à temperatura chegou a 31°C com sensação térmica de 40°C. Como as casas aqui são feitas para reter o calor por causa do inverno rigoroso, você pode imaginar o forno que fica dentro de casa. E viva o ar condicionado!  \o/

Se eu passar algum tempo sem escrever aqui no blog, vocês já sabem o motivo…

Um abraço e até a próxima!

Lucas





O resultado da nova politíca de imigração

12 06 2012

O Ministério de Imigração e Comunidades Culturais do Québec – MICC divulgou no mês de março, o boletim estatístico sobre a imigração permanente no Québec para o ano de 2011. Segundo o boletim, o Québec recebeu 51.737 imigrantes em 2011, o que representa uma queda de 4,2% em comparação ao ano 2010 (53 982).

Com relação ao restante do Canadá, o relatório mostra que a queda foi ainda mais acentuada. Em 2011, o Canadá recebeu 248.660 imigrantes, o que corresponde a uma redução de 11,4% no número de imigrantes em relação ao ano anterior (280,691).

Já o número de brasileiros que chegaram ao Québec durante o ano de 2011 (605) foi 39% menor do que em 2010 (987), como mostra o gráfico abaixo. Com o processo mais caro, difícil e lento, o resultado não poderia ser diferente.

Devemos aguardar agora os próximos resultados para saber se 2011 foi apenas um ano atípico ou se a tendência da política do governo é de reduzir o número de imigrantes a cada ano.

Um abraço e até a próxima!

Lucas





Cota de importação no retorno ao Canadá

4 06 2012

Eu disse em um post há algumas semanas, que gosto de ir aos EUA pra fazer compras, pois normalmente os produtos são mais baratos, e dependendo do produto, as taxas não são cobradas, mas nem tudo é festa, não posso passar um final de semana nos EUA e comprar o que eu quiser. Assim como quando voltamos para o Brasil, existe também uma cota que devemos respeitar quando voltamos para o Canadá.

A regra para a cota de importação no Canadá é diferente da do Brasil, aqui, os valores e a quantidade de alguns produtos que você pode trazer é definida pela quantidade de dias que você passar fora do país. Antes de mais nada, é importante frisar que essa regra vale apenas para os residentes canadenses, ou seja, não se aplica a turistas.

A partir do dia 1 de junho de 2012 a cota para importação aumentou. Seguem os valores antigos e os novos (a cota para importação cigarros e bebidas alcoólicas continua a mesma):

• Mais de 24 horas:

Antes : C$50

A partir de 01/06/12 : C$200

Sem direito a trazer cigarros ou bebidas alcoólicas

• Mais de 48 horas:

Antes: C$400

A partir de 01/06/12 : C$800

200 Cigarettes and 50 Cigars and 200g of loose Tobacco.

1.14L of spirits, 1.5L of wine, or 24 bottles or cans of beer.(8.5L)

• Mais de 7 dias:

Antes: C$750

A partir de 01/06/12 : C$800

200 Cigarettes and 50 Cigars and 200g of Tobacco

1.14 litres of liquor or 1.5 litres of wine.

Se você quiser saber mais sobre o assunto, leia as especificações na íntegra, no site da Agência Canadense de Serviços Fronteiriços (Canada Border Services Agency) em ingles ou francês.

Um abraço e até a próxima!

Lucas