Balanço de 8 meses

4 03 2010

Sempre me perguntam o que eu estou achando de morar fora, se já me habituei, se estou feliz, etc. Decidi fazer um balanço da situação. Vamos lá.

O clima
O inverno que está acabando foi melhor do que eu esperava, mas leve em consideração de que o inverno tem sido atípico esse ano. Poderia sim ter sido pior.
De qualquer forma, já sei que temperaturas abaixo de -15° são extremamente desconfortáveis e que não dá pra vacilar com isso. Gastar um bom dinheiro com boas roupas de inverno é um investimento certo em bem-estar e que fazem a diferença na adaptação ao frio.
Em compensação, descobri que sou alérgica ao frio intenso. Tenho a sinusite alérgica toda vez que a temperatura cai dos -10°. Coisa que nunca vivi.
Vivendo e aprendendo.

Os esportes de inverno são bem divertidos, talvez tenha mais atividade para se fazer com a neve do que no verão e é bom saber que você não é obrigado a ficar hibernando em casa durante 3 meses. Pelo contrário, é super importante sair e se divertir.

Escurecer cedo é uma droga, mas é possível se acostumar. Quando menos se espera, o dia volta a se alongar novamente. Hoje, às 16h o sol continuará lá.

A língua
Com certeza é a maior barreira ao sucesso no exterior. Quanto mais você acha que sabe, mais você descobre que não sabe tudo e que tem uma situação ou outra que vai te deixar constrangido por não entender o que a pessoa está falando. Por isso, estudar o máximo que puder antes de se mudar é essencial para uma vida melhor.

A comida
Não vai ser por causa de comida que um brasileiro não vai se habituar aqui. A alimentação no Québec é bem variada e bem saudável. Fácil de adaptar os nossos costumes. Vai faltar uma coisa ou outra, mas faz parte.

O trabalho
Eu trabalho numa empresa muito pequena (deve ter 10 funcionários contando comigo) e isso fez a diferença para minha adaptação. Fui muito bem recebida e não posso reclamar de que as pessoas não se importam comigo, pois são todos muito simpáticos e atentos ao que se passa ao redor.

A saudade
É a segunda barreira a se considerar, na minha opinião. É muito difícil estar longe de tudo e de todos que nos é querido por tanto tempo. Dói mesmo. Tem que usar telefone, internet, skype, e-mail, orkut e o diabo a quatro pra se comunicar com a família e amigos e mesmo assim não é suficiente. Faz a maior falta não participar dos aniversários, dos happy hours(aqui se fala 5 à 7 em francês) e também de não estar presente nas horas difíceis.

As coisas boas da vida feminina
É um saco não poder ir ao salão fazer unha toda semana e ter de adiar o corte de cabelo por falta de dinheiro. É um saco ter que fazer comida praticamente todos os dias, porque não se pode gastar muito e nem ter self-service pra escolher o que quer comer.
É um saco ter de cuidar da casa e fazer faxina toda semana. É um saco não fazer sombracelha no salão (você vê cada peça bizarra na rua). É complicado (e um desafio) continuar sendo vaidosa e estar bonita tendo muitas atribuições no dia-a-dia. Não subestime mesmo o impacto que isso terá na sua vida rs rs rs.

E aí, valeu a pena?
Em termos de experiência de vida e de ter segurança na rua, sim. E por enquanto, é só, pois eu tinha uma vida boa no Brasil. Veremos se alguma coisa muda no balanço de um ano.

Você está feliz com a mudança?
Sim, tenho aprendido muitas coisas sobre mim mesma, sobre a cultura alheia e sobre aquilo que mais gosto e que me faz falta. Aliás, tirando o que não presta, estou feliz sim rs rs rs.

E é isso.

Anúncios

Ações

Information

6 responses

4 03 2010
Ellys

Roberta, faz poucas semanas que estava eu escacaviando( é o novo), na net e encontrei o blog de vcs,comecei a ler, toda a trajetória de um um casal que resolveu, fazer algo bem diferente ( sabe vc que todo casal tem essa vontade mais falta coragem e as vezes R$ também), admiro vcs, e sei que não é nada fácil passar pelo que vcs passaram, principalmente pela perda tão dolorosa em suas vidas, mas o que posso dizer… nenhuma mudança como essa seria fácil em todos os aspectos, espero muito que daqui algum tempo vc olhe para trás e veja como enfretou tudo, e o que ganhou como lição de vida. Que vcs fiquem sempre juntinhos…muito amor, carinho , compreenção, alegria e etc… Abraços e um dengo para as gatinhas, são fofas… Ellys.

4 03 2010
P

olha roberta… acho que passada a euforia de imigrar, quando a gente cai na real pode até surtar. ainda mais nós, que não saímos de uma vida ruim, mas que mudamos apenas pra ter mais perspectivas. espero que você logo, logo, possa dizer que está MUITO feliz sem ressalvas!
🙂

5 03 2010
Vivi e Ale

Roberta,

Sempre acompanho o blog de vcs, mas agora me manifesto… É sempre bom ler esses balanços feitos após um tempo vivendo no Canadá, para que a gente tenha idéia do que vamos enfrentar depois que passa aquela cegueira que acompanha tudo o que é novo em nossas vidas… Nós vamos também para Ville de Québec, mas daremos entrada apenas em maio, pois ainda estamos estudando o francês… Suas dicas são sempre lidas e muito bem vindas, viu? Aproveito para avisar que tomamos a liberdade de adiconar o seu blog na nossa lista, assim nunca esquecemos de fazer uma visitinha!

Abraço!

Vivi e Alê

5 03 2010
Idevan

Bom demais o post… ô Roberta, põe o Lucas pra escrever um pouquinho tbm… 🙂

6 03 2010
Ierson e Juniele

Ai Roberta depois deste post só estamos passando pra dá uma força. Continuem firmes! O próximo balanço será daqui um ano e quatro meses, rs rs rs !
Abraços

Ie e Ju.

8 03 2010
Isis dos Santos

Ah Roberta, pelo menos eu não sofreria nada com a “vida feminina”, sou eu que corto e pinto meu cabelo, faço minha sobrancelha, pinto minhas unhas, e não é por falta de grana não, é por gosto mesmo, eu prefiro do meu jeito.
Eu adoro cozinhar e só corro da cozinha no calor, então… cozinha todo dia numa boa!
Só odeio ter que fazer faxina, mas faço, nunca tive faxineira pq sou pão dura p/ essas coisas…kkkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: