Quando a vida te pega de surpresa…

27 07 2009

Creio que um dos grandes medos de quem imigra é perder um ente querido a quilômetros de distância da família. Por mais que saibamos que a morte é a única certeza que temos na vida, não há nada que nos prepare para lidar com ela… O chão simplesmente se abriu quando recebi a notícia e não havia mais nada que podíamos fazer a não ser pegar o primeiro avião que partia para o Brasil. Estar junto da família foi a única coisa que importou naquele momento.

Foram horas intermináveis de viagem, horas que em nos perguntávamos se estávamos tendo um sonho horrível… Infelizmente, tudo era verdade e nós chegamos ao Brasil a tempo de enterrar meu pai querido.

Meu pai era um exemplo de vida. Alguém de veio completamente de baixo e conseguiu ser alguém. Foi um pai extremamente carinhoso e presente. Nunca em nenhum momento deixou de dizer que me amava e que tinha orgulho de mim. Estava muito feliz com a decisão que havíamos tomado e nos apoiou demais. Me ensinou sobre tudo, me deu conselhos valiosos que com certeza transmitirei aos meus filhos, se eu os tiver. Ele sabia aproveitar os bons momentos da vida e foi com ele que aprendi a tirar foto desses momentos. Ele foi feliz, estava completamente satisfeito e realizado nos seus 52 anos de vida… Era jovem na idade e no espírito, adorava a tecnologia.

Foi uma pessoa muito querida por todos, principalmente por causa de sua presença alegre e descontraída. Tinha urgência de viver, como se soubesse desde sempre que nos deixaria cedo…

No dia 04/07, ele embarcou conosco até Guarulhos… Queria nos apoiar na viagem e se despedir no embarque internacional. Achei aquilo fantástico, não esperava algo do tipo… Na despedida, nos olhamos de forma muito particular e eu me perguntei se aquela seria a última vez que nos veríamos… Mas eu não imaginava que o perderia tão cedo… Triste ironia do destino…

Sentirei saudades imensas do seu abraço, da sua voz, do seu otimismo, das suas brincadeiras, da sua seriedade. Sentirei saudades imensas de tudo… Espero que ele esteja bem onde estiver. Jamais o esquecerei…

Amo você, pai querido…

086

087

008

009

Quero agradecer em especial aos amigos Thaís e Pedro, Flavielle e Adolfo e Erisa e Álvaro que nos ajudaram nos momentos mais angustiantes. Foram eles que nos ajudaram a fazer as malas, a comprar as passagens, nos levaram ao aeroporto e nos confortaram nas primeiras horas. Deixamos tudo para trás nas mãos deles e tenho certeza de que cuidarão bem de tudo por nós. Seremos eternamente gratos pelo carinho…

Quero agradecer também a todos os amigos que nos mandaram mensagens, e-mails, nos ligaram e estiveram conosco nesses dias. Não há palavras para agradecer o abraço amigo nesses momentos…

A missa de 7º dia de Valdo Soares Leite será celebrada em Brasília na igreja São Camilo de Léllis em Brasília, na 303/304 Sul às 19h do dia 28/07.

E a vida continua para nós que ficamos por aqui…

Anúncios

Ações

Information

21 responses

27 07 2009
Alice

Roberta, depois de ler esse post tenho mais certeza do que nunca que vc deve seguir o exemplo dele, seguindo seu caminho com coragem e sendo feliz. Vc se parece tanto com ele…
Um beijo grande e muita força.

27 07 2009
Lídia Maria Freitas

Roberta,

Nem sei te dizer o quanto sinto a morte de seu pai, tive o privilégio de trabalhar com ele no Conselho Curador do FGTS e lhe tinha uma grande amizade e admiração por seu espírito de grande preocupação com o trabalhador brasileiro e a causa pública. Ele era um cidadão exemplar, que com certeza fará muita falta a você que era sua querida filha, porém a falta que fará aos trabalhadores brasileiros, a quem ele defendia ferrenhamente é imensurável.

Que Deus a proteja sempre e, principalmente, lhe dê muitas força.

Com um carinhoso abraço.

Lídia

27 07 2009
Wellington e Suzel

Roberta,

não te conhecemos, mas o Pedro nos contou o que aconteceu e oramos por vocês, espero que vcs sejam consolados pelo E. Santo…

Grande abraço

Wellington & Suzel

27 07 2009
Jayson Barretti

Roberta,

Tenha certeza que seu pai sempre estará torcendo e acompanhando seus passos onde quer que eles estejam. Nosso Senhor Jesus Cristo estará sempre com teu pai e com vocês.

Peço a Deus que os abençoe e conforte.

Jayson e Leandra.

27 07 2009
Aline

Não os conheço (ainda), mas o nó na garganta ao ler os dois últimos posts foi inevitável… Concordo com esse medo e é um dos maiores, que às vezes vem me dizer baixinho no pé do ouvido: você tem certeza??
Só tenho certeza de uma coisa: não podemos evitar nada e não somos causadores de nada… Mas saber disso não diminui em nem um pouquinho a dor da perda. Muita força para vocês, e não sei se ameniza qualquer coisa, mas o sonho ruim é só de quem fica mesmo, não é? Essa pessoa por quem você chora, esse pai de apoio e amor infinitos está bem, e agora, mais do que nunca, os ajudará na sua empreitada.
Um grande abraço,
Aline

27 07 2009
Meg

Passei para deixar um abraço enorme e dizer o quanto fiquei angustiada lendo teu relato, vendo tuas fotos…… Sem palavras… beijos. Meg

27 07 2009
Catarina

Olá!

Eu (Catarina) e meu marido (Eduardo) ficamos sabendo do que tinha acontecido com vocês pelo Joao e pela Beth…Ficamos muito sentidos com o acontecido, pois sabemos o quanto é dificil tomar a decisao de sair do nosso pais, de perto da nossa familia e de uma certa “comodidade” para tentar tudo de novo, construir uma nova vida longe das pessoas que amamos e que sempre nos deram consolo e apoio. Imagino o quanto foi e está sendo difícil tudo isso pra vocês…
Nao nos conhecemos ainda por falta de sorte, porque somos amigos dos casais Pedro e Thaís, Adolfo e Flavielle e Erisa e Álvaro… Mas com certeza ainda teremos o prazer de nos conhecermos em breve!
Queria dizer para vocês que a maior força vem dos momentos mais difíceis, e que com certeza o seu pai, ficaria muito feliz se vocês continuassem a batalhar pela felicidade de vocês… Entao, nao deixem os seus sonhos de lado, e agarrem com mais força esse sonho de vocês e com certeza do seu pai.
Fiquem com Deus… estaremos aqui à disposiçao caso precisem de algo.

Catarina e Eduardo

27 07 2009
Rodrigo

Temos tido oportunidade de acompanhar um pedacinho da vida de vocês. Não os conhecemos a não ser pelo Blog. Hoje nos sentimos próximos, lágrimas nos olhos, nó na garganta, minutos de silencio, compartilhando uma pequena fração de seus sentimentos. Imaginamos o quão difícil serão os primeiros momentos, oramos por vocês, e continuaremos orando.
Temos certeza que seu pai apesar de novo, já se sentia realizado, pela oportunidade de ter transmitido seus valores a você.
Um forte abraço.
Rodrigo e Priscila.

28 07 2009
P

queridos, isso é deveras triste.
😦
pouco do que se diga ajuda a aliviar a dor. para quem acredita no “outro lado”, é gostoso pensar que ele está bem e velando por vocês. pra quem não acredita, se apegar ao que a pessoa viveu com vocês é maravilhoso, mesmo que no começo doa um pouquinho. ter lembranças carinhosas, de amor, são pequenas pérolas da vida. feliz daquele que tem do que lembrar.
é uma nova fase, uma nova vida. apesar da dor, ele esteve do seu lado, apoiando, dando suporte… muita força! que deus ilumine seus passos.

[]s
p

28 07 2009
Fernando

Roberta e Lucas, é dificil falar alguma coisa nesas horas e fico imaginando como realmente é dificil estar londe de quem amamos e de todos da familia, principalmente nossos pais.

Só queria dizer que se precisarem de qualquer coisa aqui em BSB pode nos ligar estaremos a disposição para caso precisem de algo. Afinal, estamos no mesmo sonho e em momentos como esse é sempre bom ter amigos por perto.

Um grande abraço e fiquem com deus.

Fernando e Alessandra

28 07 2009
Bárbara

Oi, Roberta…

Nossa, nem sei o que dizer a você agora, mas gostaria de que você recebesse meu carinho e apoio, de alguma maneira. Imagino um pouco a situação por que você está passando e me sinto angustiada em pensar como devem estar as coisas neste momento.

Por outro lado, acredito que deva ser muito bom saber que, antes de partir, seu pai estava feliz, presente em sua vida e te apoiando no seu projeto de vida. Pelas fotos é possível perceber o imenso carinho que ele tinha por você.

Desejo que você se recupere logo e saia fortalecida deste triste evento de sua vida. Apesar de nunca termos nos encontrado pessoalmente, tenho uma grande afinidade com você e gostaria de que vocês contassem conosco no que precisarem.

Abraço, Babi e Wal.

28 07 2009
Thiago Ticchetti

Lucas e Roberta. Força.

29 07 2009
Fernanda

Que Deus conforte o coracao de toda a sua familia nesse momento e conceda a forca necessaria para seguir em frente.

29 07 2009
Francisco Mendes Soares

Roberta,Foi Uma Grande Perda…Ninguem Merece…Abraços.

31 07 2009
leslapins

Fico muito triste pelo que aconteceu, impossível nao terminar post com os olhos mareados, impossivel tb. nao sentir um medo horrivel e saber, mesmo nao querendo admitir, que um dia passaremos por isso. Só nos resta torcer para que demore muito e que no seu caso, que encontre conforto para seu coraçao muito em breve. Qualquer palavra pode soar inútil num momento como esses, mesmo assim gostaria de dizer que sinto muito pela sua perda irreparável.

Bjo
Erika
http://www.leslapins.wordpress.com

2 08 2009
Ticiana

Roberta e Lucas,

SERENIDADE,
CORAGEM,
SABEDORIA.

Muita luz para vocês!

Abraços brasileiros,

Ticiana, André e crianças.

2 08 2009
Fagner Santos

Roberta e Lucas,

Ficamos muito tristes com o acontecido…

Abraços,

Fagner e Nayara

1 06 2010
Felicio

Olha,

Sou homem, mesmo assim me desmanchei ao ler sua historia com seu pai. Sou pai, tenho 3 meninas e um menino, estou pensando em ir a Montreal com minha esposa para analisar uma possivel imigracao, durante minha busca por blogs encontrei o seu. Achei este blog sensacional, pessoas como vc colaboram demais com pessoas como nos que estamos no inicio desta jornada. Voltando ao seu pai, tenho certeza que independente da religiao, ele esta muito bem. Pessoas que plantam boas sementes, jamais ficariam em um lugar ruin.

Gostaria de fazer tambem uma pergunta, como disse eu e minha esposa estamos planejando ir ate Montreal em julho para ver como sao as coisas por ai. Precisamos ver as escolas para imigrantes pois como levaremos nossos filhos esse eh um detalhe importante. A minha pergunta eh, voce saberia me dizer como entrar em contato com alguns brasileiros em Montreal que pudessem nos dar informacoes neutras a respeito da cidade e do processo de imigracao?

Obrigado desde ja.

PS: Tambem trabalhamos com TI, eu com infra, minha esposa com seguranca da informacao.!

7 06 2010
Roberta

Olá, Felício, em primeiro lugar obrogada pelo comentário. Não foi fácil perder meu pai nessas condições, mas não seria fácil de qualquer maneira… Enfim, a vida continua…
Em Montréal há muitos brasileiros, a maioria dos blogs aí do lado são de pessoas que estão por lá.
Os blogs são as melhores referências que conheço.
Boa sorte!

12 08 2010
Mônica de Sousa

Olá Roberta,
Sou a Mônica que trabalhou com o seu pai na sede do SINCAB em São Paulo. Acredito que deva se lembrar vagamente de mim, pois estive em Brasilia por duas vezes e numa destas visitas a conheci.
Trabalhei com seu pai de 1999 até fevereiro de 2010 quando sai em licença maternidade, e no período da licença recebi a noticia do falecimento do Dr. Valdo.
Chorei muito, e sinto muito até hoje, pois ele era uma pessoa maravilhosa, e muito mas muito compreensiva. Sempre que tinha um problema, bastava contar e logo vinha um apoio. Sempre elogiava meu trabalho e dizia que o SINCAB era uma familia.
Saiba, e sei que você sabe de verdade o quanto teu pai amava você e seu irmão, ele nos passava isso de maneira muito clara, e que amor lindo e profundo…tenho certeza que esse amor foi transportado para a eternidade junto com ele.
A saudade é uma coisa que doi muito no inicio logo que perdemos alguém muito querido, porém com o tempo ela se torna mais leve e as lembranças muito prazerosas, e ao invez de chorarmos a cada lembrança, sorrimos um leve sorriso de paz e amor. Você se sentirá assim um dia quando se lembrar do teu pai.
Lembre dele sempre com amor e carinho, converse com ele quando tiver saudade, tenho certeza que ele te ouvirá.Faz bem e traz consolo ao coração.
Não pude falar com ele antes de sair em licença maternidade e isso tenho como uma profunda magoa. Mas os desejos de Deus a ele pertence.
Sendo assim, me despeço de ti deixando aqui o meu abraço, e a você um agradecimento que não pude dizer ao seu pai: “Obrigada por tudo e pelas oportunidades”
Seja feliz Roberta e aproveite todos os momentos de tua vida, tenho certeza que o teu pai ficaria muito feliz com isso.
beijos

7 09 2010
Roberta

Obrigada pelo seu comentário, Mônica, meu pai realmente faz muita falta, ele era uma pessoa muito boa.
Com o tempo, aprendemos a lidar com a saudade…
Obrigada mesmo pelo carinho.
Abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: